Branding: O que é e como construir a sua marca na mente do consumidor

Branding: O que é e como construir a sua marca na mente do consumidor

Se eu te pedir para pensar em um refrigerante, qual o primeiro vem a sua mente? Tenho certeza que você pensou naquele refrigerante preto, com rótulo vermelho, bem gelado, que traz momentos de felicidade. Todas essas características que citei fazem parte do branding da Coca-Cola.

 

É assim que essa gestão funciona para uma marca, ela trabalha a forma como o seu cliente a vê. Hoje em dia, a Coca-Cola não precisa mais ter o seu nome estampado em outdoor ou em outros meios de publicidade, uma simples linha, o formato da garrafa ou o uso das cores já são suficientes para que o consumidor entenda de quem se está falando.

 

 

O que é branding?

 

É um trabalho estratégico para consolidar a marca no mercado. Essa gestão é feita através de práticas que buscam despertar sensações positivas, apresentando valores, produtos, qualidades e diferenciais para deixar claro para o consumidor o porquê é aquela marca que ele deve escolher.

 

O branding começa desde a escolha do nome e envolve todas as ações feitas pela marca, como a criação do logotipo, tom de voz, definição de personas, valores da empresa, tipografia, identidade visual e tudo que vai despertar de forma consciente e inconsciente o interesse do cliente por um produto de uma marca específica.

 

Com essa estratégia de gestão de marca, a empresa irá crescer de forma constante, mantendo um relacionamento com o público por meio de diferentes formas de comunicação. Com a possibilidade de reforçar o seu produto/marca através da TV, rádio, meio de comunicação off-line, e o mais utilizado nos dias atuais: a internet.

 

 

Ações estratégicas para que o seu branding conquiste o público

 

Para que a sua marca tenha uma identidade forte que conquiste o consumidor transformando-a em uma solução única para o seu segmento atuante, é necessário desenvolver algumas ações para potencializar a forma como o público enxerga o seu produto.

 

Veja quais são elas:

 

Crie o seu brandbook

 

O brandbook é a definição de todos os elementos visuais da marca. Ele é um documento com informações importantes sobre aplicação de logo, identidade visual, tipografia e cores. Sempre com regras específicas para a utilização da identidade da marca, com a função de manter um padrão, facilitando a memorização e identificação do consumidor.

 

Identidade visual

 

A identidade visual é um conjunto de elementos visuais que juntos representam um nome, uma ideia ou um produto de uma empresa.

Essas referências visuais são formadas por logotipos, tipografia, cores e grafismos que simbolizam a personalidade e comunicação da marca. 

 

Conheça algumas etapas importantes para a criação de uma identidade visual.

 

Logotipo

 

Logotipo, Logomarca ou Logo, esse provavelmente é o elemento mais conhecido para todos, o ícone que é a assinatura de uma empresa. Ele deve retratar a personalidade, ser atraente para o consumidor, passar credibilidade, profissionalismo e levar para o cliente uma lembrança de fácil raciocínio.

 

Tipografia

 

A tipografia é a fonte escolhida para representar a marca e ela é tão importante quanto qualquer outro elemento visual. A escolha da fonte certa é crucial para o processo criativo, pois é ela diz muito sobre o tom de voz do texto, se ele é sério ou divertido. Além disso, com a criação de uma fonte original é possível aumentar a memorização do cliente e trazer lembranças diretas para a marca. Por exemplo: a fonte Waltograph do logotipo da Walt Disney é uma grande referência, mesmo que ela seja utilizada para escrever qualquer outra palavra. Sempre que uma pessoa olhar para ela, vai instantaneamente lembrar da Disney.

 

Cores

 

As cores escolhidas para representar uma marca são fundamentais para criar a percepção do cliente sobre ela. Para definir a cor de um negócio é preciso conhecer um pouco sobre a psicologia das cores, um estudo que mostra como o nosso cérebro transforma as cores em sensações.

 

Quando as cores são bem definidas ajudam na memorização do consumidor. Veja só: vermelho e amarelo são cores que estimulam o apetite, por isso são muito usadas em locais relacionados a comida. Mesmo que utilizada por vários estabelecimentos conhecidos como: Habib’s, Girafas, Spoleto, Burguer King, entre outros, tenho certeza que a cor vermelha e amarelo associados a um local para comer te faz pensar em McDonald’s, e isso acontece por que eles possuem essas cores bem definidas em toda a comunicação on-line e off-line.

 

Grafismos

 

Os grafismos são linhas leves que se repetem e funcionam como um apoio diferencial para a identidade visual da marca. Eles são muito utilizados para a mídia off-line e principalmente para matérias de papelaria.

 

Brand persona: defina quem a marca vai ser

 

Já parou para pensar em quem a sua marca seria se ela fosse uma pessoa? É essa a função do brand persona, criar uma estratégia para aproximar a empresa do cliente, através da personificação de valores.  

 

Um grande exemplo de brand persona é a Lu do Magazine Luiza, uma personagem inspirada na Luíza Trajano, fundadora da rede de lojas, que interage com os seus clientes criando uma maior proximidade e engajamento.

 

Veja como iniciar o processo de criação da persona

 

Definindo a personalidade da sua marca

 

A definição de persona deve ser feita de forma cuidadosa, pois é ela quem pode te aproximar os afastar do seu público-alvo. Para fazer isso da forma correta, é necessário estudar o seu consumidor, conhecer profundamente o histórico, os propósitos e valores da marca.

 

A escolha do arquétipo

 

A primeira coisa a se pensar no processo de criação é em qual grupo comportamental a persona estará inserida. Para tanto é necessário definir o arquétipo que mais se encaixa com a sua marca.

 

O arquétipo é um conceito criado por Carl Gustav Jung, fundador da psicologia analítica, que foi explorado pelas autoras do livro “O Herói e o Fora da Lei” Margaret Mark e Carol S. Pearson para a definir as principais características de 12 grupos comportamentais para uma marca.

 

Os 12 arquétipos são: O Inocente, O Explorador, O Mágico, O Cara comum ou Orfão, O Herói, O Rebelde fora da lei, O Sábio, O Tolo, O Amante, O Criador, O Governante e O Cuidador.

 

 

Processo de humanização da marca

 

Depois da escolha do arquétipo é preciso dar início ao processo de humanização da marca, respondendo a algumas perguntas básicas como: Qual o gênero da sua marca? Qual a faixa etária? Quais são os hobbies, as dores, o dia a dia e os objetivos dessa persona?

 

Faça todas as perguntas que acharia relevante caso precisasse conhecer profundamente uma pessoa e separe as que mais fazem sentido para a empresa. Dessa forma você conseguirá traçar um perfil físico, intelectual e emocional da  marca.

 

Escolha o tom de voz

 

Após traçar o perfil da marca, será possível definir o tom de voz e a forma como irá abordar os conteúdos. Voltando a Lu do Magazine Luiza, repare que ela trata a todos com um tom de voz doce e delicado. Isso que é necessário definir.

 

Como a sua marca fala e escreve?

Fala alto, baixo? Fala animado ou com tranquilidade? Tem sotaque? Usa gírias? É técnico? Fala uma linguagem que todos conhecem? Como transmite a mensagem que deseja passar?

 

Após definir essa características o conteúdo da sua marca será muito mais interessante e vai gerar engajamento com o seu cliente.

 

 

Veja essas estratégias aplicadas para a renovação da marca da nossa cliente, Bora Brasil

 

Quem é Bora Brasil?

 

A Bora Brasil é uma empresa brasileira que nasceu com o objetivo de revolucionar o mercado de mobilidade urbana, criando um aplicativo oferecer mais vantagens para o motorista.

 

A empresa passou meses estudando e analisando as maiores dores e reclamações dos motoristas de aplicativo, que vivem diariamente a falta de segurança e baixa rentabilidade. A partir disso desenvolveu um app 100% brasileiro e 100% adequado às necessidades dos motoristas e passageiros.  

 

Definição de persona, arquétipo e tom de voz

 

A definição da brand persona da Bora Brasil foi realizada através de estudos sobre o dia a dia do motorista de aplicativo e dos propósitos e valores da Bora Brasil.  O arquétipo escolhido foi O Herói.

 

Confira a construção completa!  


Construção do arquétipo

 

 

Tom de voz